sábado, 15 de dezembro de 2012

O céu

Todos os dias, quando olho para o céu, meu peito enche de tristeza e dor.
Meu coração aperta, lágrimas tentam fugir e sinto uma vontade enorme de correr em qualquer direção.
Eu quero gritar, chorar, levantar meus braços para a céu esperando alguma resposta, mas ao invés disso eu comprimo minhas emoções dentro de mim e suspiro pesadamente.
Eu preciso voltar, eu quero voltar.
Todos os dias o céu sussurra para mim palavras de conforto que aparentemente não tem sentindo, mas que conseguem afastar um pouco da minha tristeza.
Alguns dias não consigo suportar a tristeza e a dor, então deixo que ela saiam em forma de lágrimas....
Nesses dias o céu chora comigo, tentando esconder as minhas lágrimas...
Todos os dias, quando olho para o céu, meu peito enche de tristeza e dor. E eu não sei dizer o porque.
Apenas um pensamento inconsciente corre pela minha mente, a imagem de um céu diferente deste que está sobre mim. O céu que me mata de saudade.
O céu que eu quero estar.
O céu que eu quero voar. 
Antes de tudo acabar...
Eu quero ver aquele céu mais uma vez.




Faz muito tempo que não escrevo nada e hoje eu tive uma inspiração repentina.
Espero que tenham gostado.
Se não, paciência.

Eu também quero agradecer as 12.012 visitas.


Obrigada.


E uma música instrumental que eu gosto muito.





Até a próxima

terça-feira, 6 de novembro de 2012

11.000

Obrigada pelas 11.404 visitas! 

Eu queria estar escrevendo mais, mas ultimamente não tenho tempo nem tem me ocorrido inspiração para escrever.
Acho que quando o final de ano chegar eu vou ter mais tempo para escrever. (espero)

E (para não perder o habito) aqui está um vídeo que eu gosto.
É um vídeo de uma música da Lindsey Stirling (adoro os videos e as músicas que ela faz) Moon Trance. 






(Obs.: deem uma olhada nesse post: Lindsey Stirling e idéias)


Até a próxima

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Halloween, saci, pessoas implicantes e uma casa muito legal

Ok, vamos deixar algo bem claro.
Eu sei que hoje aqui no Brasil é o Dia do Saci.

Mas eu gosto do halloween e isso não me faz menos brasileira.
(Em letras bem grandes para todo mundo poder ler)

Já faz duas semanas que eu escuto muita gente falando que as pessoas não apreciam a cultura brasileira, que as pessoas só ligam para a cultura estrangeira, que o brasileiro prefere o que vem de fora etc.
Particularmente eu fiquei um pouco irritada e incomodada.
Sim, é verdade que isso acontece. Mas do jeito que as pessoas falaram sobre isso nas últimas semanas parece que eu deveria só apreciar a cultura brasileira.
É importante sim apreciar a nossa cultura mas isso não significa que eu não possa apreciar a cultura de outros países.
Se eu gosto de festa junina (sim eu gosto de festa junina e dai?) eu sou brega para algumas pessoas, se eu gosto de halloween eu sou paga-pau de gringo. ACORDA SOCIEDADE! SAI DO MEU PÉ!

Então vamos resumir o assunto: eu tenho minhas  preferências e você as suas.

Eu acho super válido o dia do Saci porque devemos valorizar a nossa cultura, o que me irrita são aquelas pessoas que ficam implicando com o halloween e me dizendo que eu sou menos brasileira só porque eu gosto dele.
Então já que é assim porque não implica com o NATAL também? 
Sim senhoras e senhores! O natal também não é da cultura brasileira!
Mas do natal ninguém fala nada não é? Porque todo mundo ganha presente e é a época do ano que o povo mais fatura.

Então quer expor sua opinião? Exponha. 
Exponha de uma maneira que você não fique parecendo um chato de primeira categoria.
E para as pessoas que ficaram pegando no meu pé nas últimas semanas, me deixem em paz ok?



Enfim, voltando ao halloween.
Como algumas pessoas sabem eu adoro essa época e achei um filme no youtube muito legal que é de uma das minhas músicas favoritas do The Nightmare Before Christmas (O Estranho Mundo de Jack) só que com uma apresentação diferente.



Bom é isso eu não tenho mais o que dizer. Talvez numa próxima vez eu procure mais sobre a história do halloween ou do Saci para contar aqui. Agora eu só quero desejar...


Feliz dia do Saci



E


Happy Halloween!




Até a próxima

sábado, 6 de outubro de 2012

O medo do louco

Todo mundo tem medo de algo não é mesmo?
Bom, comigo não é diferente.
Meu maior medo é o de me tornar insano. Eu levei anos para conseguir me ver livre da insanidade do mundo, também denominada "sanidade", e eu me recuso a viver preso a ela novamente.
A minha sanidade, denominada pelas pessoas como "insanidade", tirou a venda dos meus olhos, destruiu as ilusões e me libertou de uma vida de escravidão.
Para a maioria das pessoas essa vida ilusória que nos escraviza, que nos limita na capacidade de ser, de pensar, de imaginar e de viver é a vida "sã". Para essas pessoas eu, que consegui ver a verdade e me libertar desse tipo de vida, que sou o insano, louco varrido que está perdido num mundo de fantasias.
Eu realmente não entendo isso.
E todo o dia essas pessoas tentam me puxar para o fosso dessa chamada "sanidade" na tentativa de me "curar", de fazer com que eu veja a "verdade". Resisto e persisto todos os dias, dizendo a mim  mesmo, a eles, aos quatro cantos do planeta que eu estou bem, que eu a verdadeira verdade.
E é por por isso que eu tenho medo de me tornar insano, por isso que eu tenho medo da "sanidade".
Tenho pesadelos em que essas pessoas me arrastão novamente para esse mundo de ilusões e, por mais que eu lute, eu não consigo escapar. E fico preso para sempre, em um mundo de ilusões. 
E a insanidade toma conta de cada parte do meu ser, me matando lentamente.
Até que finalmente eu morro e deixo de ser eu mesmo.





Quem quiser ler outras histórias do louco clique ==> AQUI <==


Até a próxima

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Fanfic: Pesadelos

Olá.

Pesadelos é a última fanfic que escrevi.
É uma fanfic de Hunger Games/Jogos Vorazes, de categoria K+ (para maiores de 9 anos), o gênero é romance e angustia.
É a primeira fanfic que escrevo que não tem relação nenhuma com anime, o que é uma grande novidade.
O casal dessa fanfic é Katniss Everdeen e Peeta Mellark.
Por que? Porque eu gosto desse casal. (e eu que escrevi a fanfic 8D)

Enfim, espero que vocês gostem da fanfic.

Pesadelos
Pesadelos são sonhos assustadores que interrompem os mais profundos sonos. Seus donos são tomados pelo medo, ansiedade e pelo sentimento de perigo iminente. Todas as noites Katniss, tem pesadelos, todas as noites. As vezes uns piores que os outros. Mas, apesar de tudo, ele estava lá.
Romance e Angustia
Categoria: K+
Casal: Katniss e Peeta
Link: Pesadelos


A imagem desse post. foi feita por Shattertheair do DeviantArt.

Link: Hunger


Até a próxima

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

10.000

Eu vim dar uma olhada no blog. de tarde quando eu notei: "Olha já está mais de 10.000"
E fechei a página  e fui fazer outras coisas.
Só fui notar que havia passado dos 10.000 agora de noite.  (XD)

Enfim, obrigada pelas 10.000 visitas.

E para não perder o costume, um vídeo de uma animação feita pela PES:





Obrigada novamente e

Até a próxima

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Fanfic: Cintia-culen

Olá pessoas.

Hoje estou aqui para falar de fanfics de Hunger Games.
A autora dessa fanfics é a Cintia-cullen do Fanfiction.net.
Ela já escreveu vinte e quatro fanfics de Twilight e Hunger Games.
Eu conheci as fanfics dela a uns dois dias atrás quando estava procurando fanfics de Hunger Games para ler. E eu gostei muito as fanfics dela.
Até agora só li as fanfics que ela escreveu de Hunger Games então, não tenho como comentar sobre as fanfics de Twilight. (até porque meu interesse no dia era de ler fanfics de Hunger Games)
Mas, enfim, quem quiser ler uma fanfic legal de Hunger Games, eu recomendo as fanfics que ela escreveu.

As fanfics que ela escreveu, que eu gostei, são essas:

Em sua janela
"Você é um pintor. Você é um padeiro.Você gosta de dormir com a janela aberta..." Peeta adora dormi com a janela aberta, além do gosto existe algo mais.
Romance/Humor
Personagens: Peeta e Katniss
Classificação: T (maiores de 13 anos)
Link: Em sua janela

Secrets
Peeta vem agindo de forma estranha e desnecessária segundo Katniss, passa horas com Haymitch e foge dela. Qual segredo ele esconde?
Romance
Personagens: Peeta e Katniss
Classificação: M (maiores de 16 anos)
Link: Secrets

Nossa linda garota
Uma lembrança leva Peeta a ideia de ter filhos, um desejo que já vinha sendo alimentado há muito tempo. Será que somente por ele? "Filhos não são pedaços de nós. São pedaços de Deus que estavam em nós." - Patrícia Assmann
Romance/Drama
Personagens: Peeta e Katniss
Classificação: M (maiores de 16 anos)
Link: Nossa linda garota

O motivo principal de ter gostado dessas fanfics é que, se você ler nessa ordem, há uma sequência de acontecimentos e ideias e esse é uma forma de fanfic que eu acho muito legal porque uma leva a outra.

Quem quiser ler as outras fanfics dela aqui está o link do profile dela: Cintia-cullen

Espero que vocês gostem das fanfics tanto quanto eu.

E quem quiser ler as outras fanfics que eu já comentei aqui ==> Clique Aqui <==



A imagem desse post. foi feita por Fortykoubuns do DeviantArt.
E se, tiverem tempo, vejam os outros desenhos dela porque são muito bons. (em minha opinião)
Então, se puderem, vão dar uma olhada no profile dela e dar uma olhada no trabalho dela.

Link: Fortykoubuns

Link: Hunger Games: Mockingjay wallpaper 06

Até a próxima.

domingo, 12 de agosto de 2012

Dia dos pais


Olá pessoas.

Eu estou aqui para desejar um feliz dia dos pais para todos os pais.
Eu devo confessar que estou um pouco triste porque é o  primeiro dia dos pais que eu passo longe do meu papi.
Eu tenho muita saudade dele e eu queria muito estar com ele hoje.
Enfim,



Feliz dia dos pais!

(Te amo papai.)







A imagem desse post. foi feita por Pichu90 do DeviantArt.

Link:Pichu90

Link: Father's Day

Até a próxima.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Sete bilhões de mundos e um louco

No mundo existem sete bilhões de mundos.
Como?
Muito simples.
No mundo há sete bilhões de pessoas e cada pessoa é um mundo único. Cada pessoa enxerga o mundo de uma maneira própria e, ao fazer isso, novos mundos nascem.
Meu mundo é diferente do seu, do dele, do dela, do cachorro, do papagaio etc.
Meu mundo é único, é diferente, é esquisito, é bizarro, é meu.
É claro que o mundo é de todos mas, a visão que eu tenho dele é só minha.
Mas, devo confessar, que isso me deixa entusiasmado e assustado ao mesmo tempo.
Entusiasmado porque imagine as possibilidades de mundos que existem por ai. E assustado porque, bem, o que se passa na cabeça de cada um é um grande e assustador mistério.
Eu sei o que se passa na minha cabeça agora, o que se passa na cabeça dos outros, eu tenho até medo de descobrir. 



Quem quiser ler outras histórias do louco clique ==> AQUI <==


Até a próxima

domingo, 5 de agosto de 2012

9.000

Olá para todos.

Faz tempo que eu não escrevo nada mas, eu creio que agora que eu já consegui colocar metade da minha vida em ordem alfabética, etiquetada, organizada em caixinhas coloridas, eu consiga escrever mais.

Enfim, eu estou aqui para agradecer os 9.000 acessos.
Obrigada(obrigada mesmo)


Eu espero que continuem lendo os meus textos.
E eu vou continuar escrevendo, porque eu tenho um carinho muito grande por cada personagem que eu criei     nas minhas histórias.

E (como eu sempre gosto de colocar um vídeo quando faço algum  post. desse tipo) aqui está um vídeo da Lindsey Stirling tocando Phantom of the Opera.
É muito legal e vale apena ver.




Até a próxima

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Sem título

Uma estrada vazia.
Uma estrada ladeada por árvores. 
Árvores enormes, antigas, cujo os galhos tentavam desesperadamente se encontrar como num abraço.
Se você tentar olhar para o céu, buscando por suas nuvens, não o encontrara.
Há somente os inúmeros tons de verde avista.
Um enorme corredor de árvores.
Um corredor de árvores sem fim, é o que ela pensa.
A garota continua a andar por está estrada sem saber o que quer encontrar no final. Ela apenas caminha aproveitando a paisagem ao seu redor.
Depois de muito andar, a estrada estava chegando ao seu final. 
No final daquela estrada, a garota encontrou uma casa. Uma casa simples de madeira.
Ela entrou sem cerimonia na casa de madeira. Não havia muita coisa em seu interior, uma mesa velha de madeira, duas cadeiras feitas do mesmo material, uma lareira, uma panela antiga de ferro, uma cama com um colchão velho e um lençol azul, uma cabeceira de madeira ao lado da cama com um vaso de flores. 
Nesse vaso há um buque margaridas e gérberas brancas, estão secas. A garota fecha seus olhos e tenta imaginar como seriam aquelas flores com vida e sorri, lindas.
Ao abrir os olhos novamente, volta a explorar a casa. Encontra diversos objetos, um lampião quebrado, um porta retrato sem foto, um par de botas surradas que pertenceram a alguém muito maior que ela, um colar cujo a corda era feita de couro e o pingente era uma pequena pedra amarela, uma vassoura de palha velha.
Um som entranho a assustou, mas logo se acalmou ao notar que era apena o rangido da janela da cozinha. Foi até a janela para fecha-la e notou um pequeno jardim com margaridas e gérberas brancas embaixo dela. Decidiu colher algumas para colocar no vaso ao lado da cabeceira.
Ao pegar o vaso notou algo que não havia notado antes, um envelope embaixo do vaso de flores. Ela abriu aquele envelope de tom amarelado com manchas.
No seu interior havia uma carta, não havia endereçado ao remetente, sem título. Ela leu a carta, curiosa para saber do que se tratava. A medida que lia lágrimas brotavam dos seus olhos.
Quando acabou de ler a carta, colocou a novamente no envelope.
Pegou o vaso de flores e trocou as flores velhas por novas.
Colocou o vaso novamente na cabeceira da cama com o envelope embaixo.
Secava os pouco vestígios de lágrimas que estavam em seu rosto com a manga do seu casaco.
Deitou na cama olhando fixamente para as flores, pensando em tudo que acabara de ler.
Então ela disse quase que num sussurro: "será que a  pessoa que morava aqui encontrou a resposta para essa pergunta?"
Ficou alguns minutos em silêncio e sorriu.
Fechou os olhos lentamente e então disse em outro sussurro: "deve ser por isso que essa casa está vazia"
Continuou de olhos fechados, até adormecer.
Envolta pelo cheiro das flores.



A foto desse post. foi tirada por Dromera do DeviantArt.

Link: Dromera

Até a próxima

domingo, 24 de junho de 2012

O músico e o vento

O vento. Aquele vento.
O vento que tantas vezes trouxe o que era bom hoje traz o que é ruim.
Dores de cabeça, sentimentos e pensamento conflitantes, vozes, gritos abafados, soluços. 
Pesadelos, solidão, lágrimas.
Vento gélido, triste e solitário. Para onde quer me levar agora?
Para que tipo de dúvida você tenta me conduzir?
Que tipo de abismo escuro me espera dessa vez?
O mesmo de sempre é claro.
Oh céus, estou cansado.
Cansado de dúvidas, sofrimentos, tristezas e gritos abafados.
Eu quero respostas, alegrias, sorrisos... eu quero gritar o mais alto que posso para que os quatro cantos do universo possam escutar que eu ainda estou aqui.
Estou cansado, meio quebrado, mas ainda estou aqui.
O vento. Aquele vento.
O vento que me trouxe dor também me traz alegria.
Sentimentos que querem explodir em meu peito, me deixam frenético, extasiado de prazer.
Risos, sorrisos, abraços, beijos, caricias.
Sonhos alegres, pessoas queridas, carinho.
As dúvidas se vão, os gritos transformam-se em risadas.
Vento quente, feliz e esperançoso. Para onde que me levar agora?
Para que tipo de felicidade você me conduz?
Que tipo de floresta viva e iluminada me espera dessa vez?
Eu realmente não sei.
Eu sei muito sobre minhas dores e pouco sobre minha felicidade. Mas isso é normal do ser humano, colocar as dores em um trono de ouro enquanto as felicidade em um canto escuro.
Não estou dizendo que é normal, que é para ser aceitado. Estou dizendo que é o que geralmente acontece.
Isso não deveria acontecer.
Mas o que fazer?
Fecho os olhos sentido a leve brisa no meu rosto. O vento não me assusta mais.
Deixei de ter medo a muito tempo atrás.
Eu sei que faz parte da vida, os altos e baixos.
Eu  não estou reclamando, apenas desabafando sobre algo que está entalado na minha garganta a muito tempo.
Continuo de olhos fechados sentido a brisa no meu rosto.
Então vento? Me diga em alto e bom tom.
Quais são as surpresas que você trouxe hoje?
Vai me mandar para o vazio ou para a luz?
Estou pronto para aceitar o que você tiver para trazer.
Estou cansado, até meio quebrado, mas estou aqui mais forte e resistente. 
Cada vento que passa me fortalece.
Então eu vou perguntar mais uma vez. 
Quais são as surpresas que você trouxe hoje, vento?


A foto desse port. foi tirada por mim.

Link: Zaah

Até a próxima.

terça-feira, 12 de junho de 2012

O músico e aquela pessoa

Todo mundo tem uma pessoa especial na sua vida.
Comigo não é diferente.
Eu tenho sim uma pessoa especial na minha vida.
Eu não sei explicar o que sinto por essa pessoa.
Eu poderia dizer que é paixão, mas a paixão é passageira.
Eu poderia dizer que é amor, mas o que é o amor?
O que eu posso afirmar é que eu sinto algo muito especial por essa pessoa. Que me faz sorrir, que me faz feliz, que me da forças para seguir em frente, que faz a saudade bater forte no meu peito, que eu posso confiar.
Talvez esse sentimento que eu possuo por essa pessoa seja amor.
O que quer que seja esse sentimento, eu quero que essa pessoa saiba que esse sentimento não é pequeno, não é insignificante, não é efémero.
É maior e mais forte do que qualquer um possa imaginar.
Eu gostaria de estar com essa pessoa agora para pode dizer isso olhando em seus olhos.
Mas eu sei que ela já sabe de tudo isso.
Eu só quero que essa pessoa saiba que eu vou estar ao lado dela onde que que ela esteja.
Sou apenas um músico sentado de baixo de uma árvore.
Que conta os dias para estar com aquela pessoa.





Feliz dia dos namorados.

Até a próxima



domingo, 3 de junho de 2012

Nicolas

Bom dia, como vai você?
Meu nome é Nicolas.
Já faz um tempo que eu queria me apresentar, eu tenho muitas coisas a dizer.
Eu gosto de passar grande parte do meu tempo observando as pessoas e de tanto observar eu conclui uma série de coisas.
Aqui em cima do muro da minha casa ou andando pelas ruas
 eu notei como as pessoas não reparam nas coisas que os rodeiam.
Por exemplo, a alguns dias atrás eu estava andando pela cidade e encontrei um músico, ele estava tocando uma linda canção e ninguém notou. Foram poucas as pessoas que pararam para apreciar aquela música.
Isso me deixou muito triste sabia?
Outro exemplo aconteceu ontem mesmo, eu estava andando pela cidade como faço todos os dias e vi um homem muito estranho. Ele estava com uma roupa esquisita, mas me parecia muito feliz.
Eu cheguei perto dele e falei com ele. Ele sorriu e deixou que eu subisse no seu colo.
As outras pessoas mantinham distância dele, chamavam ele de louco. Eu não sei porque, ele não era um homem ruim.
Ele olhou para as pessoas da rua e sorriu, depois ele me disse: "Sabe meu amigo de bigodes, as vezes me sinto muito solitário. Como se fosse a única pessoa desse jeito no mundo. Mas eu acredito que existam muitos outros como eu, por isso não deixo esses comentários me abalarem. Eu prefiro sorrir."
Por que as pessoas não conseguem ver além das aparências? Por que elas não conseguem  apreciar as pequenas coisas da vida?
Eu realmente não entendo os humanos.
Eu passo dia após dia tentando entende-los mas eles são muito complicados.
Por isso que eu gosto de observa-los, quem sabe um dia eu descubra o porque deles serem assim.
E é por isso que eu agradeço aos céus por ser como eu sou.
É muito melhor ser um gato.




A imagem desse post. foi feita por Ddrkonamix655 do DeviantArt.

Link: Cat


Eu escrevi esse post. em homenagem aos meus gatos.
Eu tive dois gatos chamados Nico, o primeiro sumiu quando saiu para dar uma volta e o segundo morreu por conta de alguma pessoa estupida.
Eu não entendo como alguém pode fazer mal a um animal que não faz mal a ninguém. Só uma pessoa ignorante mesmo.

Até a próxima.

domingo, 13 de maio de 2012

Minha mãe

Para os desavisados de plantão, hoje é dia das mães. E eu quero falar  um pouco sobre a minha mãe.
Eu não vou dizer que a minha mãe é perfeita, porque ela não é.
Minha mãe tem muitos defeitos, não que isso seja ruim. Isso só a torna humana.
E é graças a esses defeitos que ela aprendeu tanto na vida e cresceu e tornou-se a mulher que é hoje.
Eu também não vou dizer que quero ser igual a minha mãe, porque eu quero ser eu mesma. Mas eu gostaria de ter a mesma coragem e determinação que ela tem para enfrentar as coisas.
Eu demorei muio tempo e passei por muitos altos e baixos com a minha mãe para entender que ela é um ser humano que comete erros assim como eu.
Alguns desses erros me magoaram, assim como alguns dos meus erros magoaram ela. Mas isso não significa que nós duas não tenhamos aprendido com eles.

Minha mãe não é perfeita mas ela é a minha mãe.


Eu sei que talvez ao longo da nossa vida ainda tenhamos altos e baixos, mas isso é normal em qualquer relação.
Ninguém tem uma vida linda, perfeita, sem problemas numa bola de cristal.
Mas eu sei que os problemas e os erros nós podemos resolver juntas e que terão muito mais momentos bons que ruins.

Minha mãe é imperfeita e é por isso que ela é perfeita. 


Então o que eu tenho a dizer para a minha mãe é:

Que apesar dos altos e baixos eu amo ela e que eu sou muito grata por tudo que ela já me ensinou e, que foi com esses altos e baixos, que eu pude aprender lições valiosas e perceber meus defeitos e tentar mudar.


Muitas coisas ainda estão por vir e eu tenho muitas coisas para aprender e eu tenho certeza que a minha mãe vai estar lá para me ajudar ou dar uma bronca. hehehehe
Seja o que for, eu sei que ela vai me ajudar da maneira dela e eu sei que ela sempre vai querer o meu melhor e o meu bem.

Feliz dia das mães!




A imagem desse post. foi feita por Lindsay Campbell do DeviantArt.




Até a próxima

sábado, 12 de maio de 2012

Diário de uma sonhadora: O mundo monocromático

Querido diário,


Essa noite tive um sonho estranho.
Eu acordei em uma campo florido, em um mundo monocromático.
Acho que era noite, porque havia pontos azuis brilhantes no céu. Uma música começou a tocar do nada e esses pontos brilhantes começaram a piscar de acordo com a melodia da música.
Era tão lindo...
Enquanto estava perdida na melodia da música, senti alguém me abraçar por trás. 
Mas, sabe de uma coisa? Eu não senti medo.
Então essa pessoa sussurrou no meu ouvido: "Estava com saudade".
Pela voz pude perceber que era um garoto, mas quando fui me virar para ver seu rosto eu acordei com o som do despertador.
Estou curiosa... 
Queria saber quem era essa pessoa.
Ele não me deu medo.
Eu me senti segura.
Quem será que era ele?
Eu quero saber quem era esse garoto desse mundo monocromático.





Para ler outras histórias de Diário de uma sonhadora clique => aqui <=


Para aqueles que não sabem, monocromático significa "que tem apenas uma cor". Então, um mundo monocromático é um mundo de uma cor só e sua variações (indo do mais claro pro mais escuro)
A imagem está em azul porque, com disse no texto, há pequenos pontos brilhantes azuis no céu. Ou seja, esse mundo é inteiramente azul.
Espero que tenha ficado claro.

Espero que tenham gostado.

Até a próxima

sábado, 21 de abril de 2012

Diário de uma sonhadora: Crescer

Querido diário,


Hoje é o meu aniversário, eu vou fazer quatorze anos!
Mas, sabe de uma coisa? Eu estou mais animada com a festa e com os presentes do que com o fato de estar ficando velha.
Eu não tenho medo de ficar velha, até porque isso faz parte da vida, eu tenho medo de crescer e perder o que mais gosto da minha infância.
Em todos os meus aniversários eu sempre penso se quando crescer serei igual a alguns adultos apressados sem tempo para nada.
Até parece que nunca foram crianças, que nunca foram jovens. Parece que já nasceram adultos.
Eu não estou dizendo que eles deveriam agir que nem crianças. Só acho que eles não deveriam abandonar lembranças e sentimentos que os fizeram tão felizes.
Todo mundo têm que crescer e quando se cresce sempre há mais responsabilidades mas, isso não significa que você tenha que abandonar o que te fez feliz. Afinal antes de ser adulto você teve que ser criança e não se pode abandonar a criança que você foi um dia.
Todas as fazes da vida são importantes.


Enfim, preciso ir. Alguns convidados já chegaram.
Mais tarde eu te conto como foi a festa.


Até mais tarde.








Para ler outras histórias de Diário de uma sonhadora clique => aqui <=




A foto desse post. foi tirada por mim.

Link: waiting for him
Link: Zaah


Até a próxima

terça-feira, 17 de abril de 2012

8.000

8.000! *-*

Muito obrigada pelas 8.000 visitas.


Eu fico muito feliz com isso. (:

Pode até ser que não tenha muitas pessoas lendo o que escrevo, mas mesmo assim eu fico muito feliz de saber que algumas pessoas gostam do que eu escrevo e isso me incentiva a escrever mais.


Como sempre eu gosto de postar. um video de alguma música ou alguma coisa que eu gosto.
Poi bem, eu estava vendo os posts. passados e encontrei esse aqui: 2.000
Então, eu resolvi postar a outra versão dessa música :3


O video do post. 2.000 é a versão da robô, agora eu vou postar a versão do cientista.






Espero que tenham gostado.


Mas, antes de terminar o post.





AHUAHUAHUAHAUHAUAHUAH!


Vocês não tem noção a quanto tempo eu espero para fazer isso XD


Até a próxima

domingo, 15 de abril de 2012

O músico e as coisas simples

Muitas pessoas precisam de muito dinheiro, bens materiais e poder para serem felizes.
Não vou dizer que essas coisas não trazem felicidade já que, no mundo de hoje elas podem trazer a felicidade até nós.Você pode até dizer que não mas, nossa realidade atual é assim.
Mas, mesmo tendo essa realidade, eu ainda vejo a felicidade nas pequenas coisas da vida.
Em uma flor, em um sorriso discreto, uma tarde despreocupada com aquela pessoa especial...
Momentos simples, coisas simples, também podem trazer a felicidade até você.
Não deixe esses momentos passarem desapercebidos. Eles são maravilhosos e inesquecíveis.
Sou apenas um músico sentado de baixo de uma árvore que, mesmo no mundo de hoje ainda gosta das coisas simples da vida.



Para ler outras histórias sobre o músico clique aqui

A foto desse post. foi tirada por mim.


Link: Zaah


ATENÇÃO!

Bom, agora que eu tenho a sua atenção... :D
Eu quero dizer que esse é o meu 100 post. o/e
E era só isso que eu queria dizer XD
Obrigada a todos que me deram apoio para continuar escrevendo (:


Até a próxima

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Aquela flor que não morreu

Há muito tempo atrás, em um enorme jardim, em uma enorme mansão. Nesse jardim havia diversas flores de diversas cores, uma mais bela que a outra.
Entretanto, nesse jardim existia uma flor diferente das outras. Ela era menor e de uma beleza peculiar.
O tempo passou e as flores foram morrendo, menos aquela flor.
Ela cresceu, tornou-se mais forte e bela. 
Todas as flores morreram menos ela.
E o tempo passou e ela continuo lá, naquele jardim.
E por muito tempo ficara naquele jardim.
Porque ela é a flor que nunca morreu e nunca morrera. 



A foto desse post. foi tirada por mim.


Link: Zaah

Até a próxima

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O baú de sonhos

Em algum lugar, em uma casa, morava uma garota.
Essa garota não aparentava ter nada de especial. Não se destacava entre as garotas da sua idade.
Não tinha muitos amigos, era considerada estranha pelas pessoas ao seu redor. 
"Qual é o problema dela?" eles perguntavam, mas ninguém conseguia explicar.
Essa garota tinha um segredo. Em sua casa, escondido no sótão havia um baú grande de madeira. Nesse baú ela guardava seus sonhos mais belos e queridos.
"Não vai dar certo" ela pensava, "As pessoas não vão me entender" ela sussurrava.
Dia após dia, sonhos após sonho, ela guardava um dos seus sonhos no baú temendo o julgamento alheio.
Mas então, um dia ao tentar guardar mais um sonho no baú ele não aguentou mais e se despedaçou.
Todos os sonhos saíram do baú como uma grande avalanche. Esses sonhos preencheram o corpo da garota completamente.
E então ela conseguiu ver a realidade.



Até a próxima

terça-feira, 10 de abril de 2012

O músico e aquele sentimento

Eu tenho um sentimento que bate forte dentro de mim.
Um sentimento que me consome a cada dia que passa.
As vezes doí tanto que eu penso que alguém está apertando o meu coração sem dó nem piedade. Tentando me matar lentamente
E não a nada que eu possa fazer a não ser esperar.
Porque eu sei que se eu for paciente essa dor vai passar quando ela voltar.
Então eu vou sorrir.
Quando ela voltar.



Para ler outras histórias sobre o músico clique aqui


A foto desse post. foi tirada por mim.

Link: Zaah (DeviantArt)

Link: I will not forget you


Até a próxima

domingo, 8 de abril de 2012

Loucamente arrependido

Você quer saber qual é o pior veneno para a alma do homem? 
O arrependimento.
Corroê sua alma lentamente dia após dia, noite após noite.
Eu mesmo tive meus arrependimentos. Coisas que eu não disse, coisas que eu não fiz me atormentam dia após dia mas, eu aprendi que não adianta chorar por águas passadas. Afinal, águas passadas não movem moinhos.
Hoje faço tudo o que posso para não sofrer isso de novo.
Vou continuar andando por essas estradas, vivendo de acordo com o que me faz feliz. 
Para que no dia em que eu parar eu possa dormir feliz e de consciência limpa.
Sem nenhum arrependimento.



Oi povo.

Eeeeeeehh! É páscoa! Vamos nos entupir de chocolate!
Afinal, é o que mais fazemos na páscoa.
Enfim, espero que tenham gostado do post. do louco.


Quem quiser ler outras histórias do louco clique ==> AQUI <==


Até a próxima


sábado, 31 de março de 2012

Memórias soterradas

Nas areias do tempo memórias são soterradas, esquecidas, apagadas pela fúria dos anos sem misericórdia.
Memórias tristes, memórias felizes, memórias que formaram o ser de hoje são soterradas, abandonadas nas areias do tempo.
Aquele dia de angustia , aquele dia especial, foram se perdendo pelos anos porque seus donos se recusam a lembrar ou se esqueceram de como lembrar, como cavar.
Cada memória, seja ela boa ou ruim, é importante para nossa vida.
Cada uma é uma lição que acaba sendo esquecida porque as memórias estão sendo soterradas, nas areias do tempo.




Oi pessoal.
A ideia desse post. veio do nada, eu não sei explicar como.
A foto desse post. foi tirada por mim, mas para colocar aqui no post. eu editei ela (a original já eh editada eu só coloquei em preto em branco)

Link da original: Goodbye for bad memories
Meu profile no DeviantArt: Zaah


E eu decidi que vou trocar as imagens dos meus post. anteriores por imagens minhas porque, é uma forma de mostrar as coisas que eu faço.
Eu já troquei a imagem do post. Diário de uma sonhadora: Gato de Cheshire.


Quem quiser ver como ficou clique ===> AQUI <===


Até a próxima

sábado, 24 de março de 2012

O louco imperfeito

Sabe de uma coisa? 
Eu estou irritado, cansado de algumas pessoas se acharem perfeitas em tudo que elas fazem.
Essas pessoas acham que suas vidas são perfeitas, que elas são perfeitas e fazem de tudo para que as outras pessoas saibam disso na tentativa de causar inveja ou de fazer com que elas fiquem infelizes.
Bom, eu tenho uma novidade para essas pessoas (e para as pessoas que se deixam abalar por elas): NINGUÉM É PERFEITO!
Será que é tão difícil notar isso? 
O ser humano é imperfeito por natureza, o mundo é imperfeito, o universo é imperfeito!
A perfeição é um ideal criado pelo homem, mas não passa apenas de um ideal. 
Até porque cada um tem uma visão diferente do que pode ser perfeito.
Então seja imperfeito e seja feliz.
Eu sou imperfeito e sou muito feliz por isso.
Afinal são as pequenas imperfeições que nos tornam quem nós somos, que nos diferenciam das outras pessoas e nos da aquele "tempero" único.
Tenha orgulho de ser quem você é e de como você é porque você é único/única no mundo.
Ninguém é perfeito.
E é por isso que somos "perfeitos".




Oi, oi (:
Bom mais um texto sobre o louco.
Eu quero tornar o louco um personagem permanente nas minhas histórias da mesma maneira que eu fiz com o músico e a sonhadora.
O louco diferente dos outros ele é um pouco mais "revoltado", ele chega e fala o que pensa sem medir palavras.
Eu quero muito poder mostrar essas características dele. Não só dele como as do músico (apesar de eu achar que as do músico são bem claras) e da sonhadora.
São três personagens que eu tenho muito carinho e eu queria muito poder desenvolver eles de uma maneira mais complexa.
Eu já venha trabalhando nisso há algum tempo (vários e vários rascunhos). 
Espero que quando acabar e postar aqui vocês gostem.
Se não gostarem também, paciência, não posso fazer nada. Cada um tem seu gosto.
Enfim, espero que tenham gostado.


"Não existe tal coisa como a perfeição. Esse mundo não é perfeito,é por isso que é lindo" 
(Roy Mustang -Fullmetal Alchemist) 


Eu dedico esse post. para o meu pato preferido, irmão irritante de todas as horas e aquela pessoa especial para mim.
Guh 
(;


Quem quiser ler outras histórias do louco clique ==> AQUI <==


Até a próxima 

sábado, 17 de março de 2012

O louco e as pessoas mortas

As pessoas me chamam de louco. 
Dizem que eu deveria mudar minha conduta e me tornar uma pessoa normal como elas.
Eu não entendo o que elas querem dizer com isso. 
Eu não vejo nada de normal nelas. Afinal, elas estão mortas.
Não no sentido literal da palavra, mas elas estão mortas.
Sabe, pessoas que não vivem a vida.
Você ainda não entendeu né? Tudo bem, eu vou explicar para você.
Uma pessoa que apenas vive por viver está morta. 
Essa pessoa não repara nas pequenas coisas da vida, naqueles momentos que não voltam mais, naquela pessoa especial... está morta. 
Você também pode dizer que ela é uma máquina mas, eu acredito que quando alguém perde essa essência de viver ela morre por dentro.
Por isso eu realmente não entendo quando alguém me chama de louco.
Eu estou vivendo a minha vida o máximo que eu posso, tirando o maior proveito para que no fim não sobre arrependimentos e ai eu viro o louco varrido da história?
Loucos são eles que acham que estar morto é normal.
E também eu não sei porque eles ligam tanto para o que eu faço da minha vida. 
Eu não faço mal para ninguém, eu apenas sou feliz.
Eu realmente não entendo essas pessoas.
Mas se para ser feliz eu tenho que ser "louco".
Então eu vou ser "louco".


A iamgem desse post. foi feita por Hellobaby do DeviantArt.

Link: hellobaby


Link: The Fool




Ei ei gente.
Por motivos de forças maiores faz um tempo que não escrevo e até resolver os motivos de forças maiores eu vou escrever pouco.
Enfim, eu fiz esse post. baseado no louco porque já faz muito tempo que eu queria escrever outra história sobre ele porque, eu acho ele personagem muito interessante e divertido.
Ai vai ter gente que vai falar "mas Zaah você só escreveu uma história sobre ele como ele pode ser divertido e interessante?"
Dai eu respondo: Bom eu posso ter escrito uma história sobre ele, mas ele surgiu da minha "cabeça" então em minha "cabeça" o louco tem altas aventuras e situações engraçados e as vezes até constrangedoras.
Ai alguém fala "então escreve sobre isso Zaah"
Dai eu respondo: falar é fácil, difícil é fazer. E eu também  não sei se eu escreveria aqui porque do jeito que anda a história do louco já teria uns 6 ou 8 capítulos e eu, talvez, só postaria aqui quando tivesse tudo pronto.

Quem quiser ler outras histórias do louco clique ==> AQUI <==

Enfim, é isso gente espero que tenham gostado.

Até a próxima  

domingo, 4 de março de 2012

O músico e o essencial

Existem várias coisas no mundo que são essenciais para a nossa sobrevivência.
Comida, água, ar, luz, dinheiro...
Mas, será que é só isso?
E aquela pessoa que te proporciona aquele sentimento, ela também é essencial na sua vida?
Talvez não no mesmo sentido que comida, água etc. Mas ela faz uma diferença na sua vida não?
Aquela pessoa, aquele sentimento, aqueles sonhos...
Eles são essenciais não?
Sabe, eu não tenho muito o que dizer.
Eu só quero fazer uma pergunta.
O que é essencial na sua vida?
Será que esse essencial é o mesmo do seu amigo?
Ou será que o dele é diferente?
Será que você sabe o que é realmente essencial... para você?
Pense.
Sou apenas um músico sentado de baixo de uma árvore, que tenta entender o essencial da vida.



Para ler outras histórias sobre o músico clique aqui


"(...)Eis o meu segredo. É muito simples: Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível ao olhos."
(Raposa - O Pequeno Príncipe)




A foto desse post. foi tirada por mim, Zaah.
Link: Loneliness?

Link: Zaah


Até a próxima

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

7.000 e Alice

7.000! *-*


Obrigada pelas 7.000 visitas gente.


Isso me deixa muito feliz... eu acho (hahahahaha piadista eu sou eu sei)


Bom, eu não vou postar nenhum vídeo de música como normalmente faço.
Eu vou postar um vídeo que eu vi e achei legal a ideia dele.
Enfim, aqui está.




PARA AGORA E LEIA O QUE ESTÁ ABAIXO!!!

Ótimo, agora que tenho a sua atenção.
A uns dias atrás eu li um mangá chamado Heart no Kuni no Alice
O mangá é muito bom e eu recomendo então... LEIAM! Ò-Ó
O mangá não está no Brasil ainda (infelizmente), mas você pode achar na internet traduzido para o inglês.

Então quem quiser ler aqui está o link: Heart no Kuni no Alice

Eu sei que está em inglês mas isso não é desculpa.


Até a próxima

domingo, 12 de fevereiro de 2012

O músico e aquele lugar

Aquele lugar.
Aquele lugar distante.
Aquele lugar que só eu sei onde fica.
Aquele lugar que eu vou para fugir dos meus problemas.
Eu sei que não é certo, que nós devemos enfrentar nossos problemas de frente mas, eu preciso ir para esse lugar.
Não é que eu esteja fugindo, eu só preciso de um tempo para curar as feridas, para pensar, para analisar, para sentir.
Nesse mundo estranho aquilo que pode me proteger pode me machucar. Aquilo que me faz sorrir me faz chorar.
E é por isso que eu preciso daquele lugar, porque lá eu vou poder pensar, eu vou poder me recuperar.
é o meu refugio solitário.
Eu sei é triste.
Eu gostaria de levar alguém comigo mas... eu não posso.
Porque só eu posso entrar naquele lugar.
"Por quê?" você me pergunta.
Porque  só eu posso entender aquele lugar
Sou apenas um músico sentado de baixo de uma árvore e que possui muitas cicatrizes que gostaria de esquecer, mas não pode.
Então eu vou para aquele lugar.
Para chorar e sangrar, para poder sorrir e levantar. E seguir em frente.
Sem medo.


Para ler outras histórias sobre o músico clique aqui

A foto desse post. foi tirada por mim, Zaah.

Link: I remember
Link: Zaah

Até a próxima

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O músico e os sonhos

Alguém, não lembro quem, me disse uma vez que sonho de mais.
Que eu deveria parar de sonhar tanto e ter algum objetivo concreto na vida. Que meus sonhos eram uma perda de tempo.
Eu  não entendo as pessoas que falam esse tipo de coisa. Na verdade eu não consigo entender grande parte dos seres humanos desse planeta. Ou grande parte das pessoas que conheci ao longo da minha vida.
Mas, enfim, estou perdendo o rumo da conversa.
Onde estava mesmo?
A sim, os sonhos.
Eu acredito que os sonhos são parte essencial do ser humano, em sua personalidade e alma.
É aquilo que nos molda a partir do nada e do tudo, de uma ideia, sensação ou sentimento.
É aquilo que queima dentro de nós, que nos mantem vivos seguindo em frente.
Que tenta nos dizer quem nós somos e quem nós podemos ser.
Complicados e simples.
Leves e pesado.
Eu sonho o tempo todo e, apesar do que muitos me dizem, eu não paro. Afinal, faz parte de mim. Parte do ser que está aqui hoje.
O que seria de mim sem meus sonhos?
Eu seria uma casca vazia e perderia aquilo que faz parte da minha alma. Aquilo que me acompanha por tantas vidas, por tantos lugares e mundos...
Eu me recuso fortemente a perder minha essência.
Eu sou o que sou.
Dentro desse corpo, em minha alma, existe um sonho, existem sonhos e eu me recuso deixarem morrerem.
Alguns sonhos são leves e felizes, outros são pesados e doloridos.
Alguns se tornam realidades.
Outros ficam apenas em nossas cabeças.
Alguns se manifestam de olhos abertos.
Outros se manifestam de olhos fechados.
Alguns sonhos morrem e de suas cinzas um novo sonho nasce.
Mas, não importa qual sonho seja, ele sempre quer dizer algo.
"O que?" você me pergunta.
Eu não sei. É o seu sonho.
Como um louco amigo meu me disse uma vez "Sem sonhos seriamos zumbis vagando sem rumo e sem esperanças. E tristes... muito muito tristes... Depois nós dois somos considerados loucos meu amigo, só porque estamos vivos."
Louco.
Já me chamaram de louco algumas vezes, mas eu não ligo. Para mim é um elogio de certo modo.
Eu sou apenas um músico com muitos sonhos.
Com um sonho.
Feito de sonhos.
Vivendo num sonho...
Oh! Minhas sinceras desculpas.
Somente agora notei que monopolizei a conversa.
Pois bem bem meu amigo, diga-me, qual é o seu sonho?
Han? Você quer saber o meu sonho primeiro?
Esta bem.
Qual deles?





Para ler outras histórias sobre o músico clique aqui


Até a próxima

sábado, 21 de janeiro de 2012

O músico e a liberdade

Eu estava andando pela cidade e encontrei um passarinho escondido em um beco. Ele era marrom com a barriga branca e estava sujo de terra.
Mas o pior de tudo é que alguém cortara suas asas.
Com pena desse passarinho eu resolvi cuidar dele.
No começo ele tinha medo de mim, até que mostrei que eu só queria ajudar e que ele podia confiar em mim. Foi quando ele começou a cantar.
Seu canto era lindo e feliz.
Foi quando eu percebi o quanto ele se parece com o ser humano.
O ser humano é como uma pássaro e suas asas são a liberdade que por direito é sua. 
Mas, na sociedade em que vivemo existem aqueles que acham que podem cortar nossas asas apenas porque eles querem.
A maioria das pessoas que têm as asas cortadas se esconde em um beco escuro porque tem medo mas, existem aqueles que mesmo de asas cortadas conseguem cantar.
Por isso se cortarem suas asas cante.
Eles podem corta suas asas, mas nunca tiraram sua voz ou sua alma.


Para ler outras histórias do músico clique ====> AQUI <====

A imagem desse post. foi feita por Invisiblewl do DeviantArt.

Link: The Bird
Link: Invisiblewl

Até a próxima


sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O músico e a imaginação

Para alguns é fácil, para outros é muito difícil.
Para alguns é pura besteira, para outros é uma grande maravilha.
Para mim, a imaginação é uma das maiores habilidades que o ser humano pode ter.
A capacidade de fechar os olhos e viajar para mundos distantes, realidade diferentes é incrível.
Quantas vezes você deitou na grama e olhou para as nuvens no céu azul e deixou sua imaginação te levar? 
Não é uma sensação boa?
Quantas vezes você abriu um livro e se perguntou "Como criaram uma história dessas?"?
Algumas vezes, enquanto eu toco meu violão, eu deixo a música me levar para bem longe daqui. Para outros mundos, outras galáxias, outros universos, outras realidades. É uma pena que essa habilidade tão impressionante não tenha seu devido reconhecimento. 
Isso me incomoda um pouco.
Muitos usam essa habilidade para criarem histórias, outros usam para fazerem história. 
Muitos usam como válvula de escape da realidade que se encontra. 
Isso pode ser bom as vezes mas, ao invés de usar sua imaginação para fugir use sua imaginação para solucionar seus problemas. Você tem uma poderosa habilidade em suas mãos então use-a.
Eu sou apenas um músico sentado de baixo de uma árvore. 
Mas eu tenho universos inteiros na minha cabeça.
E isso me deixa muito feliz.



Para ler outras histórias sobre o músico clique aqui

Já faz tempo que queria escrever um post.sobre isso porque, eu sempre me perguntei isso enquanto eu lia um livro, via um filme, via um anime ou lia um mangá.
Como as pessoas  pensavam naquelas coisas?
Como as pessoas criavam aquelas histórias? De onde surgia a ideia?
É uma coisa impressionante.

Não digo só por eles mas digo por mim também.
As vezes eu estou escutando música e acabo imaginando tanta coisa por causa daquela música.
Um exemplo mais recente foi a dois ou três dias atrás.
Eu estava no meu quintal com o meu gato e achei uma folha de formato diferente. A partir dessa folha eu imaginei um coelho, um gato e um homem. (só falta desenhar :D)
E eu comecei a imaginar como seria o lugar onde eles viviam, como eles falavam, o que eles vestiam.
É difícil parar a minha imaginação.
E mesmo se pudesse eu não pararia.

A imagem desse post. foi feita por Savanna627 do DeviantArt.

Link: Imagination


Link: Savanna627


Até a próxima